Como incentivar o trabalho da família na casa

Para organizar uma casa e ter resultados sempre satisfatórios, a família precisa participar. É como diz o ditado: a união faz a força. Você não imagina o quanto! O que adianta organizar um cômodo e depois de algumas horas (ou minutos) a bagunça voltar? Dá um desânimo total… Se em sua casa a organização não acontece por falta de ajuda, está na hora de adotar alguns métodos para todos contribuírem na organização da casa. Afinal, a divisão das responsabilidades é uma demonstração de apoio, carinho e respeito recíprocos. Para começar, escreva em uma lista o que deve ser feito e escolha uma das soluções abaixo:

1- Use uma lousa para fazer uma lista de tarefas todo sábado de manhã e peça a cada membro da família para escrever o próprio nome diante da tarefa que prefere. Deixe bem claro que, se eles não escolherem suas tarefas, você vai designá-las.

2- Escreva uma lista das tarefas de rotina que precisam ser feitas diária ou semanalmente e separe-as por categoria: arrumar a cozinha após as refeições, lavar roupas, passar aspirador, tirar o pó dos móveis, recolher o lixo e varrer o quintal, por exemplo. Em seguida, designe algumas delas para cada membro da família durante uma semana. No fim desse período, faça um rodízio das tarefas.

4- Crie uma “rifa”para motivar as crianças. Escreva as tarefas em pedaços de papel e designe um prêmio ou pontos para cada uma. Ponha os papéis numa jarra grande e, uma vez por semana, convide seus filhos a “sortear” uma tarefa. Marque na lousa os prêmios ou os pontos de cada um. Se a ideia agradar, promova um “torneio de pontos”: dez pontos, por exemplo, valem um passeio ou um cinema. Essa é uma boa maneira de ensinar às crianças que tarefas adicionais significam prêmios adicionais.

5- Dê um cesto ou um saco plástico para cada criança. Ajuste um alarme para tocar em 30 segundos e verifique quem é capaz de recolher o maior número de coisas espalhadas até o alarme soar. Marque o “placar”e dê uma recompensa ao vencedor.

Para quem não tem filhos

6- Elabore uma lista de tarefas rotineiras, peça a seu parceiro que escolha aquelas que está disposto a executar e faça o mesmo. As tarefas que nenhum dos dois gostam, devem ser feitas em rodízio. Outra opção: cada um faz sua lista e depois ambos negociam as tarefas que ficaram fora das duas listas. Nesse processo, vai descobrir que seu parceiro não se importa de fazer uma tarefa que você detesta e vice-versa.

Lembre-se: Para que tudo dê certo, uma dose de comprometimento é fundamental e o diálogo sempre ajuda. O mais importante é aceitar as diferenças e entrar em acordo sobre o que é ou não justo.

“Quando a família divide as responsabilidades, há mais tempo e mais energia para dedicar um ao outro.

Fonte: Blog Organize sem Frescuras

POST

Deixe uma resposta