Planeje sua vida financeira: elabore um orçamento e se mantenha dentro dele!

A segunda dica do post sobre organização em 2014 era relacionada a planejamento financeiro e hoje vou falar um pouco mais sobre isso.

Eu já fui muito consumista (muito mesmo!!!) e não tinha o mínimo de planejamento financeiro. Em 2008, quando mudei para o Rio de Janeiro, isso mudou bastante. Lá as despesas eram mais altas e, desta forma, precisei a cuidar melhor do dinheiro.

Comecei a ler vários textos e percebi que o planejamento financeiro começa com uma mudança de comportamento. Para mudar qualquer hábito, recomendo ter um objetivo ou uma meta a ser atingida (ex.: comprar um carro, reformar a casa, viajar, etc.). Quando temos o que buscar, fica mais fácil mudar nossos padrões de consumo.

Sabendo onde queremos chegar, o próximo passo é entender para onde vai o nosso dinheiro e aí não tem jeito, precisamos anotar tudo o que gastamos (inclusive o café depois do almoço ;)). Fazer isso é fundamental para saber qual o valor que precisa ser destinado para cada despesa (ex.: alimentação, cuidados pessoais, moradia, saúde, investimentos, etc.).

Em seguida, com base na sua receita, você pode estabelecer valores para cada tipo de despesa e seu orçamento estará pronto. Para aqueles que tem renda variável, a recomendação é avaliar as suas despesas e receitas nos últimos 6 meses e fazer uma média delas. Desta forma, você terá um orçamento mais realista.

Mais importante que ter um orçamento é cumpri-lo, manter suas despesas dentro do limite estabelecido. Se isso não ocorrer, você terá apenas mais uma planilha para preencher, sem trazer nenhum benefício à sua vida.

Semanalmente revise suas despesas e seu orçamento e verifique como estão os valores. Essa análise vai fazer com que você possa ver onde precisa “apertar o cinto”.

Com um pouco de disciplina e planejamento, tenho certeza que todos podemos alcançar nossos objetivos financeiros.

P.S.: Aqui no blog tem uma categoria somente de textos relacionados à finanças. Confere lá!

160114_PLANEJE A SUA VIDA FINANCEIRA

Deixe uma resposta